A Orquestra

Orquestra Silvia Luisada fundada em 2009, é formada por músicos amadores – que amam música e originariamente tiveram sua iniciação musical com a maestrina Silvia Luisada na camerata de Flauta Doce da Casa de Cultura de Santo Amaro, partindo ao estudo de outros instrumentos foi montada a orquestra que hoje reúne 40 músicos.  Tem a direção Artística e regência da maestrina Silvia Luisada. Desenvolve repertório diversificado, tendo na sua programação a participação do Coral Rachel Peluso.
Realizou várias apresentações, entre elas na Casa de Cultura de Santo Amaro e no Teatro Paulo Eiró em 2009 e 2010, Moviecom do Boavista Shopping, Teatro João Caetano 2011, Sesc Santo Amaro em dezembro de 2011, Subprefeitura de campo Limpo, entre outros.

Apresentaram-se com o Coral Rachel Peluso e Projeto Movimentarte com ballet de portadores de síndrome de Dawn, realizando um evento inclusivo em 2013, 2014 e 2015 no Teatro UniItalo, e em 2016 do Teatro João Caetano, tendo presente em ambos os concertos, 500 pessoas de público. Realizaram em agosto de 2015 a abertura da 25 Festa das Nações, e fizeram o Concerto de Natal no Teatro Paulo Eiró em dezembro de 2015.
 A OSL passa a ter residência artística no Teatro Paulo Eiró a partir de fevereiro de 2017, realizando seus ensaios e apresentações.


Ficha Técnica

Piano: Liliana Rosa Daher, Alexandre Ribeiro.
Violinos I: Charles Wang ( spalla), Dayane Akamini, Emma Maria Costalunga, Jessica Jurevitz Baltruk, Lídia Dantas Frateschi, Maria Luiza Vendramin , Vera L. Cardoso Iannone.
Violinos II: Carlos Roberto Odorico , Franciane Borges , Luiza Guerreiro,  Maria Aparecida Bento, Samuel Gustavo Oliveira, Veneranda Maria de Jesus.
Viola: Rafael Castelli, Renata Cristina de Souza.
Violoncelos: Hector Fillipe Ramos, Fernando José Roveran, Hugo Eric Nunes Torres, Jéssica Lima Patrício, Maria Aparecida Placoná,
Contrabaixo: Vladimir.
Flautas transversais: Deuslira Armedani Maceno, Elza Gonçalves de Oliveira Santos,
Ivani Medina Abrahão, Maria Amélia Lins ( NUNA ) , Maria Auxiliadora Alves Anaya (DORA),
Maria Dolores S. Fender, Marilda Elena Matias., Viviane Fowler.
Clarinetes: Joel Almeida, Marcos Tavares Junior, Margarida Góes

Sax Tenor: Shiro Yamada

Trompete: Fabio Rizzi
Oboé:  Rosa Jurema Montefusco
Percussão: Maria Aparecida Patrício , Rodrigo da S. Manoel  
Regente e Direção Artística: Silvia Luisada
Regentes Assistentes: John Wang e Hector Fillipe Ramos.
Arquivista: Neusa M. Cavalaro
Montador: Rodrigo Manuel
Apoio de palco: Severino José da Silva.
Inspetora: Luiza Guerreiro
Apoio Cultural: Revista em Sintonia

 

 
Spalla da orquestra Silvia Luisada e Regente assistente

Iniciou sua formação musical aos 4 anos, com seus pais na China, no Violino e Piano. Foi orientado pelos mestres: Yen Ting Ke, Yu Xin Wang, Riou Z. Kubota, A. Vallady, R. Túvaro, S. Bajour, J. Graña, P. Bosisio, M. V. Domm, P. Torres, entre outros.

Atuou como Violinista em várias orquestras destacando a  Sinfônica UCA (Mtro. D. Zcarlotte) e Orq. Câmara Stopanni (Mtro. Stopanni), aonde foi spalla, posição que assumiu desde 2011 na OFISA. Foi violinista exclusivo em turnê na Argentina com o cantor internacional "Ricky Martin" nos anos de 95 a 97.

Despertou o interesse pela regência aos 11 anos, coordenando aos 16 anos  os corais na Igreja Evangélica.  Estudou regência e canto com os maestros do Teatro Cólon Martiolinni, Cheng Ming Chu (CNSC).

Atuou como regente coral / instrumental na Igreja TJC em Buenos Aires, Argentina de 1994 a 1999, passando a Regente Ass. Da Orq. Sinf. Juvenil em Assunção, Paraguay a partir de 2000 na Fundação Sinfonia.

Participou como Spalla no Projeto  "Cenário Sonoro" ( 2014 a 2016),  e atualmente nos projetos "Maestro Por Um Dia" e  concerto didático infantil "Magia Orquestral ", ambos da OFISA. Foi homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo 2016 - "460 anos Aniv. da Moóca", onde se apresentou como violinista com o "Piano Trio da  OFISA”. É professor de violino desde 16 anos, lecionando atualmente nas Escolas Musikalina e Academia Moóca em Pauta. É primeiro violino  do "Quarteto Preludio" e "Piano Trio" da OFISA.
 

Chefe de naipe dos violoncelos e Regente Assistente


Iniciou seus estudos musicais aos dez anos no CEU Butantã, através do Instituto Pão de Açúcar, aonde estagiou na Orquestra Principal sob regência de Daniel Misiuk em 2006.  Integrou na Orquestra sinfônica Infanto Juvenil da Escola Municipal de Música sob regência da Gretchen Miller, em 2009.

 

Participou ainda da Orquestra Sinfônica Jovem da Universidade Adventista de São Paulo, realizando gravações com as principais vozes gospel e com o Arautos do Rei (grupo gospel do Brasil).

Estudou com Marcio Eli Ribeiro, Elisa Eli Ribeiro, Renata Jaffé, Viviane Magalhães, Tânia Neiva, Ubaldo Rizzaldo, Vana Bock e Alberto Kanji. Lecionou desde 2011 nos programas projeto Viva Música e Programa Vizinho legal e atualmente no Conservatório ORPHEUS.

 

Participa da Orquestra Filarmônica Santo Amaro desde 2010, sendo hoje chefe de naipe dos violoncelos. Atuou como solista, sob a regência de Silvia Luisada no Concerto para dois violoncelos em Sol menor de Vivaldi no Sesc Santo Amaro, o Cisne do carnaval dos animais de Camille Saint-Saens, no teatro UniItalo e A Lista de Schindler de Jonh Williams, no Teatro Santo Agostinho.


Iniciou seus estudos em regência com Prof Adriano Bortoto em 2009, em 2011 teve aulas de percepção e regência com Hermes Jachieri na EMESP - Tom Jobim, ainda em 2011 iniciou um projeto social em parceria com o CEU Butantã, atuou em diversos projetos como Professor de cordas e Maestro, em 2016 iniciou seus Estudos junto a Escuela de Dirección de Banda y Orquesta Navarro Lara, tendo aulas com Professor e Maestro Francisco Navarro Lara, em 2017 se torna maestro auxiliar da Orquestra Silvia Luisada.